DA REDAÇÃO: Café Conilon sofre desvalorização e cafeicultores pedem verbas gorvernamentais para estocagem

Publicado em 03/04/2012 13:24 e atualizado em 03/04/2012 14:33 386 exibições
Café: conilon também perde patamar de preços altos com pressão dos fundos especuladores nas bolsas internacionais. Em Jaguaré (ES), importante região produtora no Brasil, saca de 60kg é vendida por R$ 210 ante R$ 300 em 2011. Custos ajudam a limitar os ganhos nesse momento.
Os preços do café conilon, de dezembro de 2011 até agora, caiu de R$ 300/saca para cerca de R$ 210/saca. Para piorar, custos elevados, de R$162/saca, não garantem uma boa renda aos cafeicultores. O alto valor dos custos das lavouras ocorre em função da necessidade de irrigação, uma vez que não há bianualidade para o café conillon.

Safra – Estimativas mostram crescimento na safra deste ano. No Espírito Santo, deve haver aumento de 12% em relação à colheita anterior e, na cidade de Jaguaré – maior produtora de conilon do país –, o incremento pode ficar entre 10 e 15%. 

De acordo com Giovani Sossai, produtor rural de Jaguaré, a tendência é que os preços permaneçam em queda. Para evitar maiores prejuízos, o governo precisaria liberar verba para estocagem. Medida seria essencial para a cidade, que depende fortemente na cafeicultura.
Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário