DA REDAÇÃO: Boi Gordo: Pressão baixista ainda predomina

Publicado em 18/06/2012 11:35 e atualizado em 18/06/2012 14:01 572 exibições
Boi: Com poucas negociações, semana se inicia sob pressão baixista. SP registra tentativas de compra entre R$91 e 94, mas referência permanece sendo R$93 à vista. Oferta é menor em relação a maio, mas quantidade de animal terminado influencia negativamente as cotações.
O mercado do boi gordo continua pressionado e seguindo o cenário típico do final de safra, de acordo com o analista de mercado Alex Santos Lopes da Silva. A oferta de animal terminado é razoavelmente alta, mesmo que já tenha diminuído com relação a maio, por exemplo.

O dia de hoje é de lentidão no mercado, com frigoríficos aguardando os resultados das vendas do final de semana para se posicionarem. Há tentativas de compra em São Paulo  de R$ 91,00 até R$ 94,00 à vista, mas a referência se mantém em torno de R$ 93,00, que é o preço com maior volume de compra. As escalas variam de 3 a 4 dias.

De acordo com Alex, previsões de alta no setor só podem ser feitas assim que o animal de safra sair e entrarmos no período de entressafra, com animais de confinamento.

Por:
Thaís Jorge e Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

3 comentários

  • marcio oliveira da costa Três Lagoas - MS

    enquanto o produtor quiser fazer bonito produzindo muito , batendo recorde de produção de carne, o preço soh vai cair e a manipulaçao dos frigorificos soh vai ficar mais facil, tratar do boi no cocho e colecionar prejuizos, gosto é gosto!!!!!

    0
  • marcio oliveira da costa Três Lagoas - MS

    O boi só vai c valorizar diante do mercado quando o produtor c organizar, começando com uma campanha agora de segurar o boi no pasto, diminuir o confinamento jah

    0
  • marcio oliveira da costa Três Lagoas - MS

    "Pressão baixista" predomina, por que ? Será porque o produtor é a classe mais desorganizada e desunida do mundo?

    0