DA REDAÇÃO: Clima prejudica lavouras de milho safrinha no Paraná

Publicado em 21/06/2012 11:17 e atualizado em 21/06/2012 18:56 492 exibições
Safra 2011/2012: Chuvas intensas afetam lavouras de milho safrinha no Paraná, aumentando a incidência de doenças. Seca do início do ano também atingiu produtividade e geadas ainda podem piorar situação dos milharais na região de Goioerê (PR).
A estiagem do começo de fevereiro deste ano fez com que os primeiros milhos plantados na região de Goioerê, no Paraná, não tenham boa produtividade.Somado a isso, a colheita que acabou de começar vem sendo atingida pela chuva, que prejudica a qualidade dos grãos. Dos 20% da lavoura que estão sendo colhidos agora, a produtividade fica em torno de 100 sacas por alqueire, chegando até a 220 sacas. "Alguns produtores tiveram sorte de terem
unidades maiores de solo, mas os primeiros milhos colhidos aqui em Goioerê não são de produtividade boa", diz Zezé Sismeiro, Presidente da Sociedade Rural do município.

O milho já está prejudicado pela seca do começo do ano, mas a chuva de agora preocupa ainda mais, pois o solo está bastante úmido com  lavouras apresentando alto índice de doenças.Além disso, o encharcamento do solo já derrubou alguns pés do cereal."Temos que torcer para não gear, porque se isso acontecer, 80% do milho plantado na região terá uma perda grande".

Segundo o presidente da Sociedade Rural de Goioerê,cerca de 30% da safra já foi travada com preços razoáveis, mas o restante da lavoura a ser colhida ainda está com preços  à mercê do comprador.

O pico da colheita deve acontecer daqui a 40 dias na região, de acordo com Sismeiro.
Por:
Thaís Jorge e Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário