DA REDAÇÃO: Plano Safra - Seguro agrícola vem maior e pode aumentar para safra 2013/14

Publicado em 28/06/2012 13:50 e atualizado em 28/06/2012 18:34 347 exibições
Plano Safra: Endividamento agrícola não dá acesso aos benefícios disponibilizados. Ministros devem discutir assunto, e Frente Parlamentar da Agricultura promete fazer pressão para que sejam dadas alternativas aos produtores.
Plano Safra 2012/13 traz avanços em relação ao seguro agrícola e ao Proagro, segundo o deputado federal Luiz Carlos Heinze (PP-RS). Em 2012, valor de repasse ao para o seguro agrícola foi menor em relação a 2011. Já neste Plano Safra, presidente Dilma Rousseff e Ministério da Agricultura recompõem valor anterior e já sinalizam ampliação para 2013.

Heinze destaca ainda pontos positivos do novo Plano como, por exemplo, a diminuição da taxa  de juros de 6,75% para 5,5% e 5% de acordo com o produtor, entre custeio, comercialização e investimento, além da ampliação do Proagro. 

No entanto, endividamento agrícola ainda limita acesso do produtor aos recursos. “Ainda não há solução para o acesso ao crédito. Na próxima segunda e terça-feira deputados se reúnem com ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, debruçados na questão do código florestal e do endividamento. Portanto, há questões como as lavouras de arroz irrigadas do Sul, da mesma forma a questão da estiagem e da retenção de matrizes na suinocultura, além da renegociação dos débitos para os produtores rurais de todo o Brasil” afirma o deputado. 

“Já estamos levantando junto ao Banco Central o montante da dívida e o tipo de dívida dos agricultores e como alinhar algumas questões, pois além de renegociar os débitos, precisamos ampliar prazos, adequar às garantias e limites”, explica Heinze. 

Segundo o deputado, a pedido da presidente Dilma, a ministra Gleisi Hoffmann deve intermediar pleitos da agricultura junto ao ministro Mendes Ribeiro.
Por:
Kellen Severo e Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário