DA REDAÇÃO: Mercado do feijão mantém preços elevados

Publicado em 28/06/2012 14:04 e atualizado em 28/06/2012 15:23 671 exibições
Feijão: mercado do feijão segue com cotações elevadas. Dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) mostram que falta cerca de 700 mil toneladas de feijão. Tendência é que os preços continuem altos a longo prazo.
O mercado do feijão segue com as cotações elevadas. Segundo o analista de mercado, Marcelo Lüders, “os números da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do Ministério da Agricultura mostram, que há uma falta de cerca de 700 mil toneladas de feijão”. 

Com esse cenário a tendência é que os preços continuem elevados a longo prazo. Porém, essa situação não significa, necessariamente, ganhos para o produtor, e sim que menos produtores estão plantando feijão, e consequentemente se beneficiando com a venda do produto.

A expectativa é que muitos produtores migrem do feijão para o plantio da soja, devido aos preços elevados da oleaginosa no mercado.  Ainda de acordo com o analista a área plantada também deve ser menor em relação à média dos últimos cinco anos.

“Existem alguns indicativos que apontam uma queda no número de sementes de feijão vendidas e menos produtores dispostos a plantar o produto, isso pode pressionar positivamente o mercado no ano que vem, e pode surgir uma boa oportunidade para os produtores que buscarem semear essa cultura”, finalizou Lüders. 
Por:
Kellen Severo/ Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário