DA REDAÇÃO: Mercado do boi gordo segue pressionado

Publicado em 24/07/2012 11:58 e atualizado em 24/07/2012 15:46 489 exibições
Boi gordo: Mercado segue pressionado. Escalas estão reduzidas devido a movimento técnico e ao fim da oferta de boi de pasto. Há recuo na oferta em algumas praças, mas quantidade de animal terminado é suficiente para que grandes indústrias tenham escalas confortáveis.
Nesse final de mês, o mercado do boi gordo segue fortemente pressionado. Segundo o analista da XP Investimentos, Rodrigo de Assis Dutra, “vemos certa redução nas escalas, o contrato mais líquido negociado na BM&F, segue perdendo quase 0,3%, então para esse fim de mês ainda veremos o mercado um pouco mais pressionado”.

Já as reduções nas escalas ocorrem devido a movimento técnico e ao fim da oferta de boi de pasto. “Esses dois fatores são preponderantes, o mercado vem sendo penalizado pelas chuvas fora de época, e diversos analistas falam sobre esse movimento que vai de encontro com a manutenção do boi do pasto com a manutenção de boi de cocho”, explicou Dutra.

Além disso, há também um recuo da oferta, principalmente nas praças dos estados de Mato Grosso e Goiás. No entanto, a quantidade de animal terminado é suficiente para que as grandes indústrias consigam deixar as escalas confortáveis.

Ainda de acordo com o analista, a expectativa é que o mercado apresente preços mais aquecidos, principalmente, com a chegada do Dia dos Pais - segundo domingo de agosto-, onde temos um avanço um pouco maior no atacado e consequentemente cotações mais aquecidas, tanto no mercado físico como no mercado futuro.

Por:
Ana Paula Pereira/ Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário