DA REDAÇÃO: Lavouras de mamão apresentam maior incidência de virose no Espírito Santo

Publicado em 27/07/2012 09:37 e atualizado em 27/07/2012 15:06 489 exibições
Mamão: Lavouras no Espírito Santo têm maior incidência do mosaico do mamoeiro nesta safra. Quebra na produtividade pode chegar a 30%, mas produção da região ainda tem qualidade.
Produtores de mamão do Espírito Santo relatam a incidência de uma virose do mamoeiro, conhecida como mosaico do mamoeiro ou mancha anelar. E a única forma de controle da doença é a eliminação da planta doente. Mas este ano, o índice de corte está muito acima do que tradicionalmente acontece. O corte médio de plantas fica em torno de 2 a 5% em anos normais, mas desta vez, está sendo feito em 25 a 30% das plantas. 

Segundo o engenheiro agrônomo e diretor técnico da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex), os produtores demoraram pra fazer o corte da planta doente logo no aparecimento dos primeiros sintomas, resultando em uma contaminação rápida e mais agressiva. 

Com isso, a quebra média na produtividade deve ser 25% de plantas com alto potencial produtivo. Plantas que não apresentam virose têm frutos com excelente qualidade.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário