DA REDAÇÃO: Aumento nos custos de produção impulsiona crise na avicultura

Publicado em 01/08/2012 13:56 e atualizado em 01/08/2012 15:40 394 exibições
Avicultura: Setor passa por grave crise impulsionada por quebra de safra e aumento dos custos de produção. Cotações dos grãos dispararam, mas preços do frango permaneceram estáveis.Maior preocupação é com falta de farelo de soja e com especulações nesse sentido.
O aumento nos custos de produção puxado pela alta no preço da soja e do milho, além da quebra de safra em algumas regiões produtoras de frango, vem impulsionando uma grave crise na avicultura.

Os custos subiram, mas o preço pago ao produtor continua o mesmo.De acordo com Francisco Turra, presidente da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), o farelo de soja subiu 100% desde janeiro, e as especulações sobre uma possível falta da oleaginosa no mercado só pioram o cenário."A grande dúvida era essa.Tem farelo até o final do ano?", questiona.

Nesse contexto, segundo Turra, muitas pessoas orientavam a compra até para outubro, alarmando para a falta dos grãos. Essa especulação atrapalha muitos setores, na opinião dele, causando paralisação de plantas avícolas e demissão de empregados. Para Turra, a atitude correta ao menos no caso do milho era tirar o cereal de quem não tem armazenagem e está vendendo a preço vil, e levá-lo aos centros consumidores que têm como pagar e que precisam do produto. As exportações não são uma preocupação, para ele."Não há preocupação que venhamos a exportar uma montanha de milho. O Brasil não se preparou, não tem infra-estrutura",diz.

O presidente da Ubabef ainda argumenta que como consequência do cenário macro no aumento dos custos dos grãos, o mundo vai pagar mais caro por carne de frango e suína. Em algum momento, entretanto, pode-se chegar a um equilíbrio, com redução na demanda por conta dos altos preços.
Por:
Thaís Jorge e João Batista Olivi
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário