DA REDAÇÃO: Tendência altista para cotações do café de boa qualidade

Publicado em 20/08/2012 14:19 e atualizado em 20/08/2012 17:04 405 exibições
Café: Em Três Pontas-MG,chuvas cessaram e colheita já chega a 60%.Qualidade dos grãos, no entanto, está comprometida.Clima desfavorável no mês de junho prejudicou o café da região.Tendência é de alta para preços dos grãos finos.
Após as chuvas do mês de julho, o clima está mais firme na região de Três Pontas (Minas Gerais). Em decorrência desse cenário, a colheita avança e já chega a 60%, porém a qualidade dos grãos está comprometida.

Segundo o presidente da Cocatrel, Francisco Miranda de Figueiredo Filho, a quebra é muito intensa, pois com o excesso de chuva muitos grãos caíram no chão. “E a qualidade desse café que está no chão, está comprometida e é um volume bastante significativo cerca de 30% a 40% da safra”, afirmou.

O presidente ainda sinaliza que a relação estoque e consumo estão equilibrados. Em função, dessa quebra na safra, a tendência é altista para as cotações do café de boa qualidade. E com o intuito de dosar a oferta, a Cooperativa paga R$ 300,00 pela saca de café de boa qualidade.

“Até o momento temos recursos, mas ainda é pouco. Precisamos de mais, para fazer um programa de estocagem”, sinalizou Figueiredo.

Por:
João Batista Olivi/ Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário