DA REDAÇÃO: Alho - Quebra na safra chinesa favorece mercado brasileiro

Publicado em 21/08/2012 11:45 e atualizado em 22/08/2012 08:51 543 exibições
Alho: Mercado segue firme, após quebra na produção e redução safra chinesa. Preços continuar firmes e com boa margem ao produtor. Renovação do antidumping deve garantir maior competitividade para produtores brasileiros.
Situação atual do mercado do alho é bastante favorável para os produtores brasileiros em função da quebra de safra chinesa e também redução na área plantada no país asiático, reduzindo bastante a oferta no mercado interno.

Ano passado a China ingressou com 1,5 milhão de caixas de alho no Brasil e no mesmo período este ano o volume enviado é de apenas 600 mil caixas, favorecendo preços mais altos, principalmente para safra do cerrado (Cristalina (GO), São Gotardo (MG) e Bahia), que está sendo colhida agora.

O kg hoje é comercializado entre R$5 e R$5,50, enquanto custos giram em torno de R$3,50. Tendência é que mercado permaneça estável até o final do ano. No início de 2013, quando o sul do Brasil iniciar colheita preços devem permanecer firmes, pois volume que a China guardou na câmara fria é bem inferior ao guardado no ciclo anterior.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário