DA REDAÇÃO: Sojicultores podem ter lucratividade de quase 100%

Publicado em 27/08/2012 14:39 e atualizado em 27/08/2012 16:24 511 exibições
Grãos: Plantio de soja deve predominar na próxima safra de verão brasileira.Área no Brasil deve crescer em torno de 10%,assim como em todo o Mercosul. Clima deve ser mais favorável, e tendência é de safra cheia para América do Sul.Ainda assim, estoques não serão repostos.
A opção dos produtores não só dos brasileiros, mas de outros países da América do Sul, para a safra 2012/2013 será o plantio de soja. Somente no Brasil, as áreas de plantio devem crescer em torno de 9% a 10%.

Segundo o analista da Safras & Mercado, Flávio França Junior, o aumento das áreas devem acontecer em outros países também. “Estamos falando do MERCOSUL como um todo”, afirmou.

Em decorrência desse cenário, a tendência é que haja um investimento maior nas lavouras, que a princípio terão um bom nível tecnológico, conforme explicou França. No entanto, o analista ainda sinaliza que a utilização de áreas não exatamente nobres para o plantio pode afetar a produtividade da oleaginosa.

Além disso, o clima também deve interferir nessa questão. A expectativa é que seja melhor, se comparado com o ano passado. “E com o El Niño, a dúvida é se será de fraca ou moderada intensidade, mas a princípio deve ser melhor. Estamos caminhando para uma safra cheia, não só no Brasil, mas na América do Sul”, disse França.

Ainda na visão do analista, essa situação não deve mudar o cenário de ajustamento mundial da oferta, o mundo precisa dessa safra sul-americana cheia. Porém, não está descartada a possibilidade de que com a entrada da produção do hemisfério-sul, em fevereiro, março de 2013, haja um degrau nas cotações.

“Imaginamos que o patamar atual de US$ 17 por bushel, não continue o ano que vem. Já no Brasil, a tendência é que as cotações permaneçam em média R$ 70,00 por saca”, falou França. 

Em função desses preços, os produtores podem ter lucratividade próxima de 100%. “Se tudo de confirmar, será o 7º ano consecutivo de obtenção de lucros na produção de soja. No país, como um todo, o ganho é grande. Cenário é melhor e as coisas estão caminhando bem”, finalizou o analista.

Por:
João Batista Olivi/ Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário