DA REDAÇÃO: Com escalas mais longas, frigoríficos saem das compras em SP

Publicado em 13/09/2012 12:07 e atualizado em 13/09/2012 15:16 387 exibições
Boi: Em SP, frigoríficos têm escalas mais longas e pressionam arroba no mercado físico, mas ainda sem recuos efetivos. Sem expectativa de alta no físico, BM&F tem mais um dia de quedas. Consumo dos próximos dias deve ditar ritmo do mercado para a próxima semana.
Diferencial histórico entre preço do boi casado no atacado e arroba do boi gordo no mercado físico permitiu que nas últimas semanas indústria tivesse fôlego para compras, apesar das cotações em alta, resultando em escalas mais longas em SP.”O que aconteceu essa semana é que os frigoríficos pagaram mais, pois tinham margem e indústria se escalou melhor, com escalas prontas para a semana que vem em SP”, explica o consultor da Cross Investimentos, Caio Junqueira.

Como consequência, Junqueira explica que a “indústria “tira o pé” das compras e tenta entre hoje e amanhã (sexta-feira) recuo no mercado físico. Com isso, bolsa despenca, pois não há expectativa de alta em curto prazo”, explica.

Dentro de SP, cerca de 80% das indústrias têm escalas completas para a próxima semana e mudança nos preços irá depender do consumo da carne pelos próximos dias. “Se consumo do final de semana der conta de escoar grande parte do atacado, a semana que vem podemos passar por uma leve pressão dos preços e mais para o final do mês teremos leve alta na arroba”, afirma o consultor.

Junqueira conclui afirmando que “se excluirmos o consumo, não deve haver recuo no boi. O que pode acontecer é um corte no movimento de alta.”

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Robson I Faria Coronel Fabriciano - MG

    Frigorificos tentando manobrar a marionete chamada Bovesta, manobrar especuladores é facil amigo (a maioria tá enterrado até o pescoço em margens de corretoras), quero balançar é o mercado fisico, tem criador bobo mais nao UAI!!!

    0