DA REDAÇÃO: Produtores gaúchos conseguem liminar contra ação contra a demarcação de terras indígenas

Publicado em 14/01/2013 14:32 e atualizado em 14/01/2013 17:50
658 exibições
Demarcação de terras indígenas: produtores gaúchos que teriam que deixar suas terras em 60 dias para os índios Guaranis conseguiram uma liminar na justiça suspendendo a ação. As cerca de 300 famílias de pequenos produtores vivem na região há mais de 100 anos e possuem escrituras das propriedades.
Os produtores rurais do estado do Rio Grande do Sul conseguiram uma liminar que suspende o ato no qual os agricultores teriam que sair de suas terras, na área de Mato Preto, em 60 dias para a demarcação para os índios Guarani. 

Segundo o presidente da Sutraf, Nilson Scariot, essa situação reforça a importância das mobilizações organizadas pelos produtores contestando a ação. Ao todo são 300 famílias que moram na área há mais de 100 anos, os agricultores tem as escrituras das terras registradas em cartório, afirma. 

Apesar da liminar, o cenário é preocupante uma vez que os produtores gaúchos acompanham a nível nacional todos os problemas de disputa de terras entre os agricultores e os índios. Entendemos que aqui no RS a situação é diferente, pois os proprietários têm títulos das terras e não há registros de índios na localidade, diz Scariot. 

Mato Preto (RS) - a área que abrange os municípios de Getúlio Vargas, Erebango e Erechim foi declarada indígena na portaria do Ministério da Justiça, divulgada no último dia 21 de setembro de 2012. A situação gerou protestos dos agricultores que residem nas terras. 
Por: Kellen Severo/ Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

4 comentários

  • Luciane Possan Weber guaíra - PR

    Em todo o Brasil a verdade é que todos os invadidos tem documentos de suas terras, não é diferente não.
    No oeste do Paraná temos problemas com índios que vieram do PY. No MS todos tem escritura de cem anos tb. Para os defensores do movimento índigena, a escritura vale menos do que a declaração de um índio bem orientado pela Funai.

    0
  • Edison tarcisio holz Terra Roxa - PR

    temos que enfrentar estas ongs e funai e a igreja comece doando suas terras para os indios pois sempre tem alguem trazendo indios do paraguay pra roubar os agricultores brasileiros basta disso

    0
  • Izabel Lima Mococa - SP

    Parabens produtores rurais do Rio Grande do Sul!!O Brasil produtor tem que seguir o exemplo de união de vocês e fazer valer as leis neste país!!Acho que só partindo de vocês, Estados do Sul (com Santa Catarina e Paraná) seria viável criar uma ONG (com letra maiúscula) para definitivamente representar e defender o Produtor Rural Brasileiro, tão castigado por essa corja que tomou conta do país...Sou paulista,mas vejo que meu Estado está muito longe dos produtores e só compram as brigas plantadas pelas ongs ante-desenvolvimento que protegem o "bom selvagem", o mico-leão-dourado, a "natureza" e o pior inimigo deles é o produtor rural...No dia que faltar a saladinha verde e o franguinho grelhado eu quero ver onde eles vão chegar...

    0
  • braulio roberto pazin Ibiraiaras - RS

    até q enfim,alguem viu a tamanha injustiça q estam fasendo com trabalhadores,q não encomodam so trabalham.enquanto os indios qerm terra para q?se so sabem faser fogo na terra.conheço bem a realidade,de aqi bem proximo uma arrea indigena.

    0