DA REDAÇÃO: Café - ausência de chuvas e altas temperaturas prejudicam o enchimento de grãos no ES

Publicado em 28/01/2013 14:36 e atualizado em 28/01/2013 18:09
310 exibições
Café: ausência de chuvas e altas temperaturas prejudicaram o enchimento de grãos no Espírito Santo. A expectativa é que com o retorno das precipitações haja uma recuperação dos cafezais. Caso contrário, essa situação pode comprometer a produção cafeeira do estado.
A ausência de chuvas e as altas temperaturas no Espírito Santo prejudicaram o enchimento de grãos dos cafezais. Segundo o presidente do Incaper, Evair Vieira de Melo, o déficit hídrico registrado no final de 2012 e inicio desse ano também contribuiu para esse cenário. 

As lavouras do estado estavam em condições favoráveis e com uma boa florada, no entanto, esse quadro comprometeu a velocidade da granulação do café. Por outro lado, as chuvas já retornaram ao ES, e a expectativa é que haja uma recuperação dos cafezais. 

A dúvida é saber se as precipitações chegam a tempo hábil para promover a recuperação dos grãos e do potencial que teríamos. Essa situação pode interferir no resultado final da safra de café, afirma o presidente. 

Na visão do presidente, o momento é de cautela, e é preciso esperar para observar se as lavouras vão retomar o seu crescimento ou se os grãos irão entrar no estágio de maturação. Porém, a perspectiva é que aos cafezais retomem o desenvolvimento.

O arábica não foi muito afetado uma vez que estão no estágio mais atrasado, tanto na região das montanhas do ES como a Zona da Mata Mineira, as lavouras com altitudes menores os prejuízos podem ser maiores, já as com altitudes mais elevadas deve ter perdas mais baixas, acredita Melo. 

Da mesma forma, os cafezais irrigados tendem a sofre menos com a falta de chuvas e as altas temperaturas. Esperamos que as precipitações amenizem a situação das lavouras, e os preços registrem uma melhora esse ano, finaliza o presidente. 
Por: Sebastião Garcia/ Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário