DA REDAÇÃO: Chuvas retornam ao Mato Grosso do Sul, mas de forma isolada e com baixo volume

Publicado em 04/02/2013 11:08 e atualizado em 04/02/2013 16:59
572 exibições
Safra 2012/13: Chuvas do final de semana vieram de forma isolada e abaixo do volume ideal para as lavouras no Mato Grosso do Sul. Em Laguna Carapã (MS) soja está há 20 dias sem chuvas e produtividade da soja tardia deve cair para cerca de 30 sacas/hectare.
Chuvas do final de semana vieram de forma isolada em alguns municípios do Mato Grosso do Sul. Segundo informações do técnico agrícola, Antonio Rodrigues Neto, em Ponta Porã choveu somente na região central da cidade. Em Amambai e Dourados precipitações vieram de forma isolada, assim como em Caarapó, que recebeu 15 mm de chuvas. Em Juti, somente em algumas áreas chuvas vieram em bom volume. Em Laguna Carapã, segundo Rodrigues Neto, formou o tempo, mas chuvas não vieram. Nesta segunda-feira (4), clima está quente no município e com previsões de chuvas remotas de 8mm em 80%, afirma o técnico. 

Em Laguna Carapã lavouras estão há 20 dias sem chuvas, com clima seco e quente. De acordo com Rodrigues Neto, boa parte da soja tardia já tem perdas irreversíveis e produtividade média deve cair para 30 e 35 sacas/hectare. Já variedades precoces produzem até 50 sacas/hectare no município.

Produtores já realizam também cultivo do milho safrinha, apesar do clima não favorável. Segundo informações do técnico agrícola algumas variedades do milho segunda safra já estão morrendo com a falta das chuvas. Tem bastante milho no chão e produtores ainda plantando, esperando por chuvas, afirma. Segundo ele, apesar da estiagem, produtores irão semear o milho, pois sementes e insumos já foram negociados. Com plantio realizado na melhor época, produtores esperam que clima melhore e que a safrinha possa ter boa produtividade.
Por: Ana Paula Pereira
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário