DA REDAÇÃO: Seca já reduz em 5% produção da soja em MS

Publicado em 06/02/2013 15:42 e atualizado em 07/02/2013 08:33 650 exibições
Safra 2012/13: No norte do Mato Grosso do Sul chuvas regulares durante toda a safra garantem bom desenvolvimento da soja. Já na região centro-sul do Estado há localidades com até 30 dias de seca. Produção total do MS já 5% menor com potencial de perdas ainda maiores.
A safra de grãos do Mato Grosso do Sul vive dois momentos distintos. Segundo o diretor executivo da Aprosoja MS, Lucas Galvan, na região norte do Estado, que abrange municípios como Chapadão do Sul e Costa Rica, chuvas foram regulares durante todo o desenvolvimento da safra e primeiras sojas colhidas apresentam boa produtividade.

No centro-sul do Mato Grosso do Sul, no entanto, a situação é bem diferente.  Em dezembro as lavouras passaram por um período de estiagem que resultou em um déficit hídrico, afetando as variedades mais precoces da soja que estão sendo colhidas atualmente com produtividade de 30 sacas/hectares em municípios como Dourados.

Janeiro foi um mês de poucas chuvas também nessas regiões, com alguns municípios até 30 dias sem precipitações, prejudicando variedades de ciclo médio e tardio da soja. Segundo Galvan, ainda é difícil estimar prejuízos para a produção total, mas estimativa inicial da safra do MS não irá se confirmar. “Inicialmente se previa uma produção de 6,4 milhões de toneladas (de soja) no Estado e nós devemos ter uma produção abaixo de 6 milhões de toneladas”, explica. A média de produtividade da soja em Mato Grosso do Sul já está reduzida em 5%, mas perdas não contabilizadas das variedades de ciclos longos podem agravar situação.

Expectativa, segundo Galvan, é de que a partir deste final de semana chuvas se regularizem nas regiões mais atingidas pela seca em Mato Grosso do Sul.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário