DA REDAÇÃO: Apesar de problemas climáticos, lavouras de soja no RS ainda podem ter boa produtividade

Publicado em 14/02/2013 15:45 e atualizado em 14/02/2013 16:43 579 exibições
Safra 2012/13: Rio Grande do Sul enfrenta altas temperaturas e chuvas isoladas, que prejudicam algumas lavouras de soja, mas favorecem outras. Região norte do Estado é a mais prejudicada, mas produção final do RS ainda não foi comprometida.

No Rio Grande do Sul, regiões noroeste e norte são as mais atingidas pela estiagem. Seca também prejudica o sul do Estado, mas com intensidade bem menor. Segundo o gerente técnico da Emater, Dulphe Machado Neto, apesar de problemas climáticos, cultura tem bom desenvolvimento até o momento, mantendo expectativa inicial de produtividade em 2600 kg/hectare, com estimativa de produção total no RS de 11,5 milhões de toneladas.

Atualmente, cerca de 80% das lavouras estão em florescimento e enchimento de grãos, período crítico para a soja, segundo Machado Neto. Chuvas em praticamente todo o Estado seguem em pequena quantidade, esparsas e irregulares. De acordo com o gerente técnico, “às vezes em um município choveu em uma comunidade, mas não choveu na comunidade vizinha”, explica sobre a dificuldade do órgão em mensurar o volume das chuvas por região.

Apesar da expectativa de melhora no clima a partir do dia 10 de fevereiro, precipitações seguem muito isoladas. Segundo Machado Neto, para o final de semana há previsões de chuvas mais abrangentes e em maior volume.

Milho – Cerca de 30% do milho do RS já foi colhido e mais de 50% das lavouras, o que representa 5 milhões de toneladas, já escaparam do período crítico e têm boas expectativas de produtividade, com média para o Estado de 5 mil kg/hectare. Lavouras também foram atingidas pela falta das chuvas, mas de forma pontual e sem consequências para a produção final.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário