DA REDAÇÃO: Problemas climáticos levam perdas de 15% para a soja em Balsas (MA) e diminuem em 30% área do milho safrinha

Publicado em 26/03/2013 10:29 e atualizado em 26/03/2013 11:58
877 exibições
Safra 2012/13: Soja tardia em Balsas (MA) tem prejuízo médio de 15% na produção estimada devido à seca de 30 dias. Atualmente, o excesso de chuvas dificulta a colheita da oleaginosa e atrapalha plantio do milho safrinha, que terá redução de 30% na área cultivada.
A colheita da soja em Balsas (MA) caminha em ritmo lento com o excesso de chuvas em algumas localidades. Segundo o vice-presidente do Sindicato Rural do município, Isaías Sondatelli, já há registros de perdas de qualidade e grãos ardidos, mas ainda em casos pontuais. 

Os maiores prejuízos para a soja, no entanto, virão da estiagem que chegou a durar 30 dias e atingiu principalmente a soja tardia. De acordo com Sondatelli, as perdas devem somar 15% da produção estimada. 

Desde o início da temporada, a irregularidade climática leva problemas ao produtor. O plantio da soja foi realizado com atraso devido à demora na chegada das chuvas, que depois vieram em bom volume, mas faltaram para as variedades tardias e hoje, em excesso, atrapalham a colheita da soja e o plantio da segunda safra de milho. Segundo Sondatelli, as dificuldades com clima resultaram em uma diminuição de 30% na área plantada da safrinha de milho. O sorgo e o feijão ainda estão sendo semeados na região.

Preços A soja em Balsas tem acompanhado as quedas de preços no mercado internacional e, atualmente, é negociada entre R$50 e R$53, segundo o sindicalista. Já o milho praticamente não tem negociação diante do pequeno volume do cereal disponível no município.
Por: Ana Paula Pereira
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário