DA REDAÇÃO: Chuvas atrasam colheita da soja e agravam problemas logísticos em Canarana (MT)

Publicado em 11/04/2013 09:45 e atualizado em 11/04/2013 13:25 649 exibições
Safra 2012/13: Colheita da soja ainda não foi concluída em Canarana (MT) devido ao excesso de chuvas. Perdas para a soja chegam a 20% da produção estimada. Saca de soja é negociada a R$42 e milho a R$13, embora não existam negócios para a segunda safra do cereal.
A colheita da soja em Canarana (MT) ainda não foi concluída em função do excesso de chuvas. De acordo com o presidente do Sindicato Rural, Arlindo Cancian, as perdas na produtividade e peso da soja já chegam a 20% da produção estimada, saindo de 53 sacas médias colhidas na safra passada para 43 sacas/hectare. O volume das precipitações piora as condições das estradas e agrava os problemas logísticos da região. 

Já o milho safrinha tem se beneficiado das chuvas e registra bom desenvolvimento, afirma Cancian. No entanto, os produtores podem enfrentar problemas na colheita do cereal com a indisponibilidade de armazéns. Atualmente, os caminhões têm ficado até dois dias na porta dos armazéns para descarregar os grãos. De acordo com o sindicalista, a demora acontece, pois há grãos nos armazéns esperando para serem transportados até os portos. 

De Canarana até armazéns em uma distância de 10 km o valor do frete é de R$1,50/saca. Para distâncias maiores o valor chega a R$2,50/saca. 

A saca de milho é negociada atualmente com preços em torno dos R$13. No entanto, de acordo com Cancian, apesar dos preços serem baixos o maior problema é a ausência de compradores no mercado. 

A soja também trabalha com preços mais baixos ao redor dos R$42/saca no município. 
Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário