DA REDAÇÃO: Questão indígena - Comissão de Integração Nacional sobrevoa área da Raposa Serra do Sol (RR)

Publicado em 16/04/2013 14:04 e atualizado em 16/04/2013 16:43 463 exibições
Questão indígena: Visita a área da Raposa Serra do Sol tem como objetivo pressionar o STF na conclusão do processo e obter um modelo nos futuros processos de demarcação de terras indígenas. Comitiva também irá ao MS para conhecer a realidade dos produtores rurais da região. CPI que investigará a Funai já tem assinaturas suficientes.
Os deputados da Comissão de Integração Nacional, do Desenvolvimento Regional e da Amazônia sobrevoaram nesta segunda-feira (15) uma parte da reserva indígena Raposa Serra do Sol (RR) que era ocupada por produtores rurais. Em 2009, cerca de 500 famílias foram retiradas da região.

Segundo o Deputado Federal, Jerônimo Goergen (PP-RS), a visita tem como objetivo de pressionar as autoridades que tem a competência de fazer uma nova formulação desses modelos de demarcação de terras indígenas. A expectativa é que o STF (Supremo Tribunal Federal) deve publicar a conclusão do processo da área.

“Nossa vinda aqui acontece logo depois do episódio no MS, no qual, um produtor rural perdeu a vida, após um desentendimento com um índio. A característica desse trabalho é dar uma mobilização nacional para o tema”, afirma o parlamentar.

O deputado destaca que nos próximos dias a comitiva irá parra o estado do MS para conhecer a realidade dos produtores rurais. Além disso, durante essa semana os deputados deverão se reunir com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, para solicitar uma ação efetiva em relação ao processo da Raposa Serra do Sol.

“O que nos contrariou foi a ausência da Funai que não compareceu na audiência pública e deu as costas para a comissão e ao Brasil. E estamos nos dirigindo ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB-RN), a CPI da Funai já tem assinaturas suficientes”, acredita o deputado.

Ainda de acordo com o presidente da comissão, a mobilização dá forças para que os parlamentares busquem resultados. “Os produtores foram desrespeitados, na região não ganhou o agricultor e nem o indígena. Não sabemos de quem é o interesse de uma área altamente produtiva com minérios, com condições de gerar riqueza, inclusão social esteja ocasionando hoje a exclusão social. Não vamos permitir que isso se espalhe pelo Brasil inteiro”, finaliza o deputado.

Por:
João Batista Olivi/ Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário