DA REDAÇÃO: Chuvas do final de semana não chegam às áreas produtoras de milho e seca se agrava na região central brasileira

Publicado em 06/05/2013 13:40 e atualizado em 06/05/2013 16:40 454 exibições
Clima: Confira a previsão do tempo para as principais regiões produtoras do país. Acompanhe a participação de produtores com perguntas sobre o comportamento climático por todo o Brasil.
A frente fria que deveria levar chuvas às regiões produtoras do Brasil perdeu intensidade ao chegar à região sudeste com as águas do oceano atlântico diminuindo sua força. Segundo a meteorologista Diserée Brandt, a frente fria provocou chuvas no sul país e no centro e leste de São Paulo, além de temporais no Rio de Janeiro, mas onde deveria chover mesmo, não choveu. “Choveu bem no oeste do Paraná, algo em trono de 60 mm, mas as chuvas já foram embora”, afirma.

O Mato Grosso, o Mato Grosso do Sul e o estado de Goiás continuam precisando de chuvas com alto comprometimento do milho safrinha. Para a região de Jataí (GO) as previsões indicam seca pelos próximos 20 dias e depois precipitações em baixíssimos volumes. 

Na próxima semana, as precipitações devem retornar ao sul do Mato Grosso do Sul, região sul e sudeste do Brasil, enquanto o tempo seco deve prevalecer na região central do país.

As temperaturas devem cair no sul brasileiro ainda nesta semana, mas por enquanto sem previsões de geadas para as principais regiões produtores, afirma Desirée. 

O nordeste brasileiro continua com chuvas na costa, entre Sergipe e o Maranhão. 

Apesar das previsões de seca para a região central, a meteorologista adverte que a diminuição no volume de chuvas é normal para este período do ano.

EUA – As temperaturas devem subir daqui para frente no cinturão de produção norte-americano, afirmou Desirée. Aliada às chuvas, as temperaturas elevadas irão favorecer o desenvolvimento das lavouras de grãos no Corn Belt. 
Por:
João Batista Olivi e Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário