DA REDAÇÃO: Produtor denuncia exploração de minérios em reserva indígena ampliada pela Funai em Amarante (MA)

Publicado em 09/05/2013 14:02 e atualizado em 09/05/2013 17:55 664 exibições
Produtor denuncia a exploração de minérios em reserva indígena ampliada pela Funai em Amarante do Maranhão (MA). Entidade quer aumentar de 41 mil hectares para 204 mil hectares a área. Situação prejudica a região, na qual, há 1.200 propriedades, 11 assentamentos e 200 mil cabeças de gado.
As demarcações de terras indígenas têm preocupado os produtores rurais de várias regiões produtoras do Brasil. Diante desse cenário, os parlamentares realizaram ontem (8), uma reunião com a Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento para debater o assunto.

Na região de Amarante (MA), a situação não é diferente, uma vez que a Funai quer ampliar desde outubro de 2010, uma reserva de 41 mil hectares para 204 mil hectares. Por outro lado, segundo o produtor rural, Emanuel Carneiro de Oliveira, denuncia a exploração de minério na área.

“No mesmo mês e ano, uma empresa do Rio de Janeiro pediu 45 solicitações para explorar minérios. Quem fez isso, foi feito embasado, e no resto do país as demarcações coincidem com áreas minerais em praticamente todos os estados, especialmente, na região Norte”, explica Oliveira.

Ao todo a situação atinge 11 assentamentos e 1.200 propriedades na localidade. “As pessoas não têm para onde ir, terão que morar embaixo da ponte”, explica o produtor.

Por:
João Batista Olivi/Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário