DA REDAÇÃO: Soja encerra em terreno misto com oscilações pouco expressivas

Publicado em 29/05/2013 17:43 e atualizado em 29/05/2013 19:36 417 exibições
Grãos: Mercado tem dia de correção técnica e encerrou a sessão desta quarta-feira (29), em campo misto. Demanda pela soja permanece aquecida, e mercado físico norte-americano ainda apresenta uma forte valorização, diante da escassez de produto no país. Caso, safra cheia nos EUA se confirme preços futuros tendem a ficar mais baixos no segundo semestre.

A soja encerrou esta quarta-feira (29) em terreno misto, com oscilações pouco expressivas na Bolsa de Chicago.

Hoje, no curto prazo, já ocorreram algumas realizações em função das altas de ontem (28). O mercado começa a dar uma sustentação no curto prazo frente à falta de soja nos EUA. Segundo o Sócio-diretor da Agrosecurity Consultoria, Fernando Pimentel, existe um estresse interessante acontecendo porque continua a exportação de soja para a China, enquanto os prêmios locais no cash market estão altos e isso reflete na bolsa, que vai buscar aproximação com o mercado físico. Isso é importante para compensar os fretes sobre as margens das empresas.

Agora há a oportunidade de colocar à venda o final da safra 2012/13 em condições mais razoáveis de preço. A dúvida ainda é em relação à safra 2013/14, na qual o vencimento março ainda apresenta uma grande fraqueza, porém, os preços já estão chegando próximo a US$ 13 por bushel e, se chegarem a US$ 14 por bushel, deverá haver algum movimento de venda, uma vez que ainda não há nada vendido para a safra 2013/14.

De acordo com Pimentel os preços da soja vão passar por um ajuste: “Se a safra dos EUA ocorrer normalmente, a tendência é de um ajuste já para a próxima safra, caso contrário, o ajuste pode ficar para 2015, mas é importante que o produtor não trabalhe com perspectivas muito altas de rentabilidade para 2014, a previsão é de uma rentabilidade de cerca de 300 reais por hectare, o que daria aproximadamente 20% de rentabilidade operacional, o que ainda é um bom negócio para o produtor”.

Nos EUA o plantio de soja já está 44% concluído, 20% a mais do que na última semana. No entanto, se comparado a 2012, quando nesse mesmo período 87% já estava concluído, o plantio agora está bem atrasado.

O efeito do atraso do plantio combinado ao estoque baixo provoca um ambiente bastante suscetível a picos e volatilidade. O produtor deve ficar atendo as comercializações para a safra 2013/14. Para aqueles que ainda têm produto da safra 2012/13 o ideal é realizar as vendas nos próximos 20 dias, antes da entrada da safrinha.

Por:
Carla Mendes e Paula Rocha
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário