DA REDAÇÃO: Clima – Massa de ar polar irá derrubar a temperatura no Sul do país, há risco de geada

Publicado em 03/06/2013 14:38 e atualizado em 03/06/2013 17:36 372 exibições
Clima: Confira a previsão do tempo para as principais regiões produtoras do país. Acompanhe a participação de produtores com perguntas sobre o comportamento climático por todo o Brasil.

Neste domingo (2), uma nova frente fria chegou ao Sudeste brasileiro e provocou bastantes chuvas no estado de São Paulo. Já nesta segunda-feira (3), a frente está no Rio de Janeiro e deve ocasionar precipitações desde a costa do estado até a região Centro-Oeste. Ainda hoje, a expectativa é que haja chuvas fracas entre Santa Catarina e Paraná.

Nos próximos dias, a tendência é que as precipitações fiquem concentradas no Norte do país. E no Centro-Sul a expectativa é de tempo firme, mas com frio, sobretudo na madrugada. Segundo a meteorologista da Somar Meteorologia, Desirée Brandt, na retaguarda da frente fria uma intensa massa de ar de origem polar vai derrubar as temperaturas.

“Em São Paulo e Minas Gerais o risco de geada é pequeno, uma vez que a temperatura não deve ficar abaixo de 6ºC. No extremo Sul do RS, e Centro Sul do estado do PR, existe a possibilidade de geadas, principalmente, entre terça-feira e quarta-feira quando a massa ganha força. No PR, a geada não deve passar nem perto das regiões produtoras de café”, afirma Desirée.

EUA- De acordo com mapas climáticos ainda há o risco de tempestade severa em algumas localidades, especialmente, entre os estados do Texas e Nebraska. Nesta terça-feira (4), as condições de clima de risco de tempestade se espalham ainda mais para estados do cinturão de grãos, conforme destaca a meteorologista.

O clima tende a permanecer instável nos próximos dias, situação que mantém o risco para novas ventanias, queda de granizo e chuvas. “Então apesar de agora estar com o tempo aberto não significa que parou de choveu, inclusive ainda tem risco para novas tempestades”, explica Desirée.

Por:
João Batista Olivi// Desirée Brandt//Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário