DA REDAÇÃO: Pragas - Produtores devem realizar o monitoramento e fazer a aplicação dos defensivos da maneira correta

Publicado em 03/06/2013 15:07 e atualizado em 03/06/2013 18:08 799 exibições
Doenças como Helicoverpa e Mosca Branca foram vilãs da última safra brasileira. Recomendação é para o produtor não se assustar e não aplicar produto de forma desnecessária. Produtor deve realizar o monitoramento das lavouras para ter certeza da praga e fazer aplicação de maneira correta.

As pragas Helicoverpa Armigera e Mosca Branca causaram preocupações e prejuízos aos produtores rurais brasileiros na última safra. Segundo o pesquisador da Embrapa Soja Londrina (PR), José Renato Faria, as duas doenças mostram o desequilíbrio de manejo das lavouras, onde pragas que não tinham importância no passado e agora causam preocupação maior ao produtor.

Frente a esse cenário, o pesquisador orienta que os produtores não se assustem com a praga e não apliquem os defensivos de forma desnecessária. “O produtor deve fazer o monitoramento das plantações para ter certeza da doença e aplicar o produto de maneira correta”, afirma.

Dessa forma, os agricultores podem evitar outros desequilíbrios e ocasionar mais prejuízos, conforme destaca o pesquisador. “Os produtores rurais devem estar atentos e realizar o monitoramento, a helicoverpa não é fácil de identificar, uma vez que os danos causados são semelhantes aos de outras pragas”, ratifica Faria. 

Ainda na visão do pesquisador, outra praga que merece ser destaca é o percevejo que também tem atacado as lavouras de soja em várias regiões produtoras do país. Assim como, o ataque de ácaros que causa preocupação aos produtores. “Além disso, os agricultores devem realizar o controle de forma adequada, para evitar o surgimento da resistência das pragas, antes de se tornar importante”, finaliza.

Por:
João Batista Olivi/Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário