DA REDAÇÃO: Reunião com o Ministro da Justiça sobre a questão indígena no MS não traz resultado

Publicado em 04/06/2013 19:04 e atualizado em 04/06/2013 19:51 525 exibições
Reunião com ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, termina sem solução e situação de deteriora em Sidrolândia (MS). Produtores temem conflito armado com os índios ainda nesta noite.

Na tarde desta terça-feira (4) Deputados e Senadores do Mato Grosso do Sul (MS) se reuniram em Brasília com o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para tentar trazer de volta a segurança jurídica aos produtores rurais do estado.

O Presidente da Acrissul, Francisco Maia, afirma que eles pediram socorro as autoridades para tentar evitar uma tragédia: “O que aconteceu até agora foi muito pouco perto do que ainda está por vir”.

Na região da fazenda Buriti, outras 7 fazendas também foram invadidas e só resta uma sem invasão até o momento. Os produtores estão reunidos nessa fazenda com o intuito de defender a área e dizem que não irão recuar. Nesta última segunda-feira (3) os produtores fizeram um documento pedindo a intervenção federal no local, mas ainda não houve nenhuma ação por parte do estado. “Os produtores rurais buscam o entendimento, mas eles não têm segurança nenhuma e a situação está um caos. Se houver alguma morte no MS, tem que se culpar o Ministro da Justiça, que não tomou as devidas providências”, diz Maia.

Sobre o risco iminente de um conflito armado ainda esta noite Maia pede que os produtores não entrem no confronto e tentem, mais uma vez, acreditar na justiça.

Por:
João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

2 comentários

  • TULIO DENARI SIDROLANDIA - MS

    Só na cabeça de deturpados com viés ideológico comunista socialista, que são os dinossauros dos tempos atuais, como o Ministro da Justiça, O Bispo da CNBB e funcionários da Funai, achar que “os índios são brasileiros e tem direitos”, nós outros somos oque?

    Querer punir policial, que sendo um agente do estado e armado legalmente para impor a ordem e podendo entretendo, usar a força se preciso for, é uma preocupação do ministro e diz que ninguém esta acima da lei. Agora um “brasileiro” atirar contra um agente federal em cumprimento de uma ordem judicial é oque? Não é crime?

    Estão queimando as propriedades, roubando o gado, aterrorizando as pessoas com a ajuda clara da Funai, do CIMI, e de ONGs especializadas em destruir a ordem, a lei e o desenvolvimento do pais.

    Vejam essa foto... Índios Queimam a Faz São Sebastião 04/06/13

    http://www.noticidade.com/exibe.php?id=83118

    0
  • Edison tarcisio holz Terra Roxa - PR

    isso é ministro da injustiça

    0