DA REDAÇÃO: Governo não toma atitude para resolver questão indígena no MS

Publicado em 07/06/2013 13:11 e atualizado em 07/06/2013 14:38 555 exibições
Governo Federal precisa de atitude para resolver os conflitos em torno da questão indígena em Sidrolândia (MS). Para presidente da Acrissul, para solucionar o problema é preciso que o governo compre as terras requeridas pelos indígenas e indenize os produtores rurais. Indígenas Terenas e agricultores tinham convivência pacífica.

Nesta última quinta-feira (6) o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, recebeu os índios Terena em Brasília para conversar sobre as invasões no Mato Grosso do Sul (MS).

Porém, o governo sabe como resolver o problema, mas falta atitude. De acordo com Francisco Maia, Presidente da Acrissul, no caso da fazenda Buriti, em Sidrolândia, a melhor solução é que o governo compre as terras dos produtores com um preço justo de mercado, porque são 17 mil hectares onde não há mais condição de convivência pacífica. “A reintegração de posse é mais complexa porque não existe mais autoridade, os índios não seguem as leis e nem as ordens, eles fazem valer a lei deles”, completa Maia.

Os produtores rurais do MS nunca tiveram problema com os índios Terena, a convivência era pacífica. O estado tem que resolver a situação, já que os produtores não podem pagar por uma injustiça que a nação possa ter cometido contra os índios.

Por:
João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário