DA REDAÇÃO: Força Nacional chega aos poucos à Sidrolândia, mas operação só começa na segunda-feira (10)

Publicado em 07/06/2013 19:05 e atualizado em 07/06/2013 19:58 559 exibições
Força Nacional, que ficará 30 dias no MS, começa a chegar aos poucos em Sidrolândia, mas missão para evitar conflitos entre indígenas e produtores rurais só começará na segunda-feira (10). Durante a tarde, presidente da Funai deixa cargo.

Parte da tropa da Força Nacional chegou a Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande (MS), nesta sexta-feira (07). No total, 110 integrantes do grupo ficarão nas estradas de acesso das fazendas invadidas pelos índios terena. A permanência deles foi uma determinação do Ministério da Justiça, para evitar conflitos entre indígenas e produtores rurais.

Os militares estavam em Campo Grande, no Centro de Aperfeiçoamento da Polícia Militar (Cefap), enquanto aguardavam a definição da estratégia de ação. Por volta do meio dia de hoje (horário de Brasília), oito viaturas e um ônibus da PM chegaram no Parque de Exposições de Sidrolândia. Não foi autorizada a entrada da imprensa no local.

Segundo a PM, 50 integrantes da Força Nacional já estão alojados no parque e outros 60 militares devem chegar à cidade no começo desta noite, por volta das 19 horas. Uma portaria do Ministério da Justiça estabelece permanência da tropa por 30 dias na região.

Segundo o jornalista Aleksander Horta, que está acompanhando as movimentações no local, o clima ainda é de tensão frente a uma situação que não é definida pelo governo. Durante toda a tarde, manifestações de representantes de movimentos sociais e produtores rurais aconteceram no estado, ambos em defesa dos seus direitos que ainda é uma incógnita. 

 

Por:
João Batista Olivi e Juliana Ibanhes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário