DA REDAÇÃO: USDA mantém números da soja divulgados no mês de maio

Publicado em 12/06/2013 13:39 e atualizado em 12/06/2013 16:59 637 exibições
Grãos: Novo relatório de oferta e demanda do USDA manteve os números da soja divulgados em maio. Para o milho e o trigo, os números vieram acima das expectativas do mercado situação que pressiona negativamente as cotações futuras na CBOT. Departamento norte-americano deve anunciar novo relatório no final do mês com números atualizados de área, produção e produtividade da safra dos EUA.

O USDA (Departamento da Agricultura dos Estados Unidos) divulgou novo relatório de oferta e demanda dos EUA e mundial nesta quarta-feira (12). Segundo o analista de mercado da Safras & Mercado, Flávio França, o relatório foi neutro para a soja, já que o departamento manteve os números reportados no mês de maio.

Em contrapartida, os números do trigo e milho acima das expectativas do mercado que esperava uma redução maior nos estoques norte-americanos para os dois produtos. Essa situação já refletiu no mercado, e os futuros das duas commodities operam do lado negativo da tabela no pregão regular desta quarta-feira, na Bolsa de Chicago.

Apesar das commodities agrícolas registrarem preços mais baixos na sessão de hoje, o analista alerta que cotação da soja da safra nova, acima de US$ 13/bushel é um preço remunerador e os produtores devem participar do mercado. “O cenário é o mesmo para o milho e o momento também é interessante para os agricultores”, destaca França.

Já para o trigo, o analista destaca que os produtores que comercializarem o cereal agora terão uma boa rentabilidade, mas o produto ainda pode apresentar repiques de alta na entressafra entre junho e julho. “No trigo, não há a mesma pressa em vender como existe na soja e no milho”, afirma França.

O analista ainda ressalta que USDA deverá anunciar novo relatório no final do mês com números atualizados de área, produção e produtividade da safra dos EUA. E que o relatório desta quarta-feira, apenas atualiza os números da safra velha, e ajusta números referentes à safra nova, mas não é definitivo.

Clique aqui e confira os números divulgados pelo USDA nesta quarta-feira (14).

Por:
João Batista Olivi/Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário