DA REDAÇÃO: Manifestações – Governo anuncia medidas para acalmar os ânimos da população

Publicado em 25/06/2013 13:55 e atualizado em 25/06/2013 17:07 581 exibições
Brasília: Manifestações continuam na capital federal. Rodoviários fazem greve. Nesta quarta-feira (26), está sendo convocada uma manifestação em todo o país. Dilma Rousseff e Congresso Nacional anunciam medidas para acalmar os ânimos da população, novos contratos de médicos e plebiscito a respeito da reforma política da constituição são algumas das principais pautas.

As manifestações continuam na capital federal e por todo o país. Nesta segunda-feira (24), os rodoviários protestaram em Brasília, uma vez que o transporte público da capital passa por processo de licitação, e os trabalhadores estão com receio de perder os empregos. A medida tem como objetivo garantir transporte público de qualidade aos moradores e visitantes da cidade.

Segundo a repórter do Canal Rural, Daniela Castro, está sendo convocada uma super manifestação em todo o país para esta quarta-feira (26), através das redes sociais. Movimento semelhante também deve acontecer no próximo dia 01 de julho.

Frente a esse cenário, a presidente da República, Dilma Rousseff e o Congresso Nacional começaram a anunciar medidas para acalmar os ânimos da população. O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, já teria sinalizado que serão contratados 35 mil médicos para o serviço público de saúde até 2015.

“Vai haver abertura de mais de 12 mil vagas para residentes até 2017. Além disso, a presidenta já fala em convocar um plebiscito para que os eleitores votem se querem uma reforma política da constituição. E o Congresso Nacional quer votar os royalties do petróleo para que sejam investidos na educação para que haja ensino de qualidade”, afirma a repórter.

Por outro lado, a repórter ainda informa que o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, irá gastar cerca de R$ 90 mil dos cofres públicos com a reforma dos banheiros do apartamento funcional de 523 m².

Por:
João Batista Olivi// Daniela Castro//Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário