DA REDAÇÃO: Sindicatos rurais do RS não concordam em assinar acordo com Monsanto

Publicado em 02/08/2013 19:18
920 exibições
Royalties: Sindicatos rurais do Rio Grande do Sul não concordam com acordo da Monsanto, se posicionam contrários à proposta da Farsul. Com rendimentos insatisfatórios das sementes na safra passada, produtores precisam analisar individualmente se pagarão pela tecnologia contratada.

Nesta última quinta-feira (1), 66 sindicatos rurais do Rio Grande do Sul (RS) foram contra a proposta feita pela Farsul sobre assinar o acordo com a Monsanto a respeito dos royalties da soja.

Segundo o Presidente do Sindicato Rural de Santiago (RS), Julio Freitas, foi decidido que os produtores não irão assinar o acordo com a Monsanto, uma vez que eles não querem abrir mão do direito reivindicado judicialmente do ressarcimento da cobrança indevida dos royalties da soja RR1.

“Nós entendemos que esse negócio deve ser feito em nível do produtor com a empresa e que o agricultor deve pagar à Monsanto o valor da semente da soja RR2 Intacta se ele entender que ela trará renda dentro da atividade, sem abrir mão de nenhum direito, tratando essa tecnologia como qualquer outro produto do mercado”, diz Julio.

Julio afirma ainda que a Monsanto faz falsas afirmações sobre a soja Intacta, como o fato de que ela produz ganhos de produtividade. No entanto, a soja RR2 foi testada na região no último ano e chegou a produzir cerca de 600Kg por hectare a menos do que o normal.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

3 comentários

  • Neivo A. Fritzen NUEVA ESPERANZA/PARAGUAY - PR

    Se a RR2 REALMENTE FOR BOA E SUPERIOR, NÃO PRECISA DE CONTRATO PARA QUE O AGRICULTOR PASSE A ADERIR A TECNOLOGIA. SE FOR BOM, O MERCADO VAI COMPRAR, E SE NÃO FOR NÃO TEM CONTRTO QUE FAÇA O AGRICULTOR USAR.

    A FORÇA NEM BURRO BEBE ÁGUA.

    0
  • Ronaldo Zanon Canarana - MT

    Gostaria de parabenizar aos sindicatos do RS pela atitude e ao mesmo tempo deixar uma pergunta aos de MT; como aqueles produtores que não quiserem plantar soja RR2 irão receber os valores devidos pela Monsanto?

    0
  • ANTONIO REINALDO SCHNEID Maracaju - MS

    Parabéns sistema sindical e classe produtora do RS, pela postura de direito na questão do RR2, pois o que temos assistido é a representação do produtor rural fazendo acordos aquém do interesse e do direito da classe.

    Direito adquirido, fruto de posse ilegal de recursos da classe, como a cobrança indevida de royalts do RR1, não pode ser usada como moeda de negociação sem ganhos significativos a classe, principalmente em troca de uma tecnologia não devidamente comprovada pelo que promete ( é só consultar os resultados dos orgãos de pesquisa oficiais e não das empresas, referente a tecnologia RR2 ).

    O direito de tomar decisão do certo ou errado, de experimentar, de avaliar, de optar é fundamental a liberdade e o princípio democrático do cidadão.

    Portanto essa demonstração de isonomia da representação dos produtores rurais é um passo altamente positivo na busca da conquista dos interesses.

    0