DA REDAÇÃO: Medidas do governo para apoiar a cafeicultura são positivas, diz Presidente da Minasul

Publicado em 08/08/2013 13:44 e atualizado em 08/08/2013 14:25
467 exibições
Café: Anúncio de liberação dos recursos para apoio à cafeicultura é bem recebido em Varginha. Mas a implementação do programa é lenta e o dinheiro deve demorar no mínimo 2 semanas para chegar às mãos dos produtores.

Nesta última quarta-feira (7), a Presidente Dilma Rousseff anunciou medidas de apoio à cafeicultura, como contratos de opções e recursos para armazenagem, porém ainda falta a implantação dessas medidas.

Serão liberados R$ 3,1 bilhões do Funcafé, dos quais R$ 1,1 milhões são para comercialização e R$ 650 milhões são para custos e colheita, mas que também podem ser transformados em comercialização. Os contratos de opções de venda são para enxugar do mercado 3 milhões de sacas de café, com pagamento de R$ 343,00/saca com vencimento em março de 2014.

“Nós vemos isso de maneira positiva porque há muito tempo estamos lutando para que o governo aprove essas medidas, com liberação de recursos para comercialização e contrato de opções, que sinalizarão o preço futuro do café”, afirma Osvaldo Henrique Paiva Ribeiro, Presidente da Minasul.

Segundo Oswaldo, esta semana os recursos devem começar a ser liberados para os bancos e, em no máximo duas semanas, os produtores já devam poder pegar esses recursos nas cooperativas.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário