DA REDAÇÃO: Café – Com quebra na safra, produtores do ES pedem renegociação das dívidas

Publicado em 13/08/2013 13:44 e atualizado em 13/08/2013 15:42
410 exibições
Café: Existe uma margem de lucro para os produtores do grão em Jaguaré (ES), segundo diretor do Sindicato Rural do município, mas safra foi bastante pequena este ano e produtores pedem a renegociação das dívidas. Expectativa é que grande parte dos produtores não consiga arcar com seus compromissos.

As medidas anunciadas pelo Governo na última semana atendem somente os produtores de café arábica. Em Jaguaré (ES), grande região produtora de café conilon, a saca do grão é comercializada entre R$ 240,00 e R$ 250,00, enquanto os custos de produção giram em torno de R$ 180,00.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural do município, Giovani Sossai, existe uma margem aos produtores, que é suficiente para os cafeicultores se manterem. “Mas na realidade o que nós defendemos é a renegociação das dívidas, já que a safra deste ano foi pequena”, relata. 

Segundo a estimativa da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) a produção da região deveria apresentar uma quebra 2,5%, entretanto, o presidente destaca que o número deve chegar a 30%. E nas últimas safras, os cafeicultores investiram na renovação das lavouras. 

“Grande parte dos produtores não irão conseguir arcar com seus compromissos. Nossa cidade, cerca de 80% da renda é proveniente da produção de café. Então é uma situação preocupante”, afirma. 

Por: João Batista Olivi/Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário