DA REDAÇÃO: Em MG, preço do suíno alcança patamar histórico a R$ 4,20/Kg

Publicado em 16/10/2013 13:36 e atualizado em 16/10/2013 16:50
401 exibições
Suínos: Preço pago ao produtor em MG bate recorde e chega a R$4,20/kg vivo. Mercado reflete redução de oferta no Sul e no Sudeste do país, com pequena quantidade de animais ou animais de peso mais leve, condição que trava a comercialização. Suinocultores atentos também ao impacto do preço maior no consumidor final.

Nesta última terça-feira (15), a Bolsa de Suínos de São Paulo (SP) registrou o preço de R$ 80/@, o que representa R$ 4,27/Kg e a matriz para abate está a R$ 2,77/Kg vivo. Isso se deve a redução da oferta de suíno vivo nas regiões Sul e Sudeste do país.

Em Minas Gerais (MG), o preço praticado hoje é R$ 4,20/Kg, o que é um valor histórico nunca obtido anteriormente e que atende bem o suinocultor em geral. Porém, existe uma preocupação com os frigoríficos, as indústrias e a ponta da linha, que é o consumidor, o qual deverá pagar essa conta.

O Presidente da Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG), Antônio Ferraz, afirma que as expectativas para os produtores são favoráveis, uma vez que não existem animais. No caso de MG há poucos animais e com peso muito leve, o que dificulta a comercialização, deixando o mercado ajustado entre oferta e demanda.

Além disso, outra preocupação é que, com os altos preços do suíno, a produção aumente demais e haja um excesso de oferta. No entanto, Ferraz diz que os produtores que deixaram a atividade em 2012, quando ocorreu uma grave crise do setor, dificilmente voltam ao mercado porque eles saíram descapitalizados e para entrar na atividade o custo é elevado e o retorno só chega em 12 meses.

Por: João Batista Olivi e Paula Rocha
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário