DA REDAÇÃO: Abitrigo quer que governo libere TEC de 10% sobre o trigo importado

Publicado em 14/04/2014 13:18 e atualizado em 14/04/2014 17:59 350 exibições
Trigo: Abitrigo quer que o governo libere TEC de 10% sobre o trigo importado para facilitar a entrada do grão estrangeiro, alegando que o produto nacional deva encarecer. Rumores sobre isso já esfriou os negócios no mercado interno, que já vinha pressionado com um recuo em Chicago e um dólar mais baixo.

A Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo) quer o governo libere a TEC de 10% sobre o trigo importado, para facilitar a entrada de grão estrangeiro no Brasil. A Tarifa Externa Comum (TEC) é uma taxa comercial padrão para um grupo de países, como o Mercosul. Essa possível medida já esfriou o mercado interno, pois caso seja implantada irá equilibrar os preços, segundo explica o analista da Safras & Mercados, Élcio Bento. 

Atualmente, o trigo norte-americano chega ao Brasil a R$ 1000,07 a saca, enquanto no Paraná está a R$853 e R$700 no Rio Grande do Sul, ou seja, está mais barato do que importar.  Por outro lado, a medida ajustaria os estoques dos moinhos do nordeste. 

Segundo Bento, para a safra 2013/14 essa medida não é necessária, mas para a safra seguinte o cenário preocupa. Com o Mercosul voltando a produzir na próxima temporada e com um alto volume da saca, a tendência é de que os preços caiam abaixo do preço mínimo "É um volume de trigo a se confirmar, pelo fator climático, mas é muito grande e que vai ter um peso sazonal sob as cotações. Deve derrubar o preço abaixo do preço mínimo, obrigando o governo a intervir", explica o analista. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário