DA REDAÇÃO: Aumento do preço da arroba refletem nos custos de confinamento

Publicado em 08/05/2014 14:04 e atualizado em 08/05/2014 18:02 585 exibições
Confinamento: Pesquisa realizada no início do ano pela Assocon, demonstrava crescimento de 25%. Segunda pesquisa realizada demonstra que houve queda para 16%. Os resultados se devem ao alto custo de aquisição do boi magro e também custos da ração.

Em pesquisa realizada em fevereiro pela Associação Nacional dos Confinadores (Assocon), demonstrava o crescimento para o confinamento em 25%. Em uma segunda pesquisa realizada recentemente, esses números já demonstraram queda e a tendência de crescimento passou para 16%, segundo conta o presidente de Assocon, Eduardo Moura. Com o aumento do preço da arroba, consequentemente, os preços do confinamento acompanham a alta.

Esses números demonstram dois principais fatores. O primeiro é ao alto do custo de reposição do boi ou da aquisição do boi magro, responsável por 75% do valor de confinamento para o produtor. O segundo fator para esse cenário é o crescimento do preço dos grãos, em especial do milho, utilizado na alimentação dos animais. Moura explica que a safrinha não teve a queda esperada pelo mercado.

Para o presidente, o início do ano foi de euforia em relação ao mercado, mas agora o clima é de otimismo. Também explica que expectativas para o confinamento são menores. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário