DA REDAÇÃO: Acréscimo de biodiesel ao diesel poderá movimentar o mercado interno de soja

Publicado em 04/06/2014 14:50 e atualizado em 04/06/2014 17:42 511 exibições
Grãos: Decisão do governo para o acréscimo de 2% de biodiesel no diesel deve movimentar o mercado de soja nos próximos meses e a expectativa é de preços bons aos produtores. Já para o milho, a situação é mais delicada. Com a expectativa de uma safrinha cheia, os preços ficam pressionados.

O cenário para a soja continua firme, com a demanda bastante aquecida e os baixos estoques. A situação que deve se manter até agosto com a chegada da nova safra. O consultor de agronegócio, Ênio Fernandes, explica que a situação só deve se modificar com as notícias sobre o clima. 

O plantio americano tem seguido com bom ritmo, mas caso haja notícias negativas poderá ocorrer retenção de vendas, tanto para a safra nova, quanto para a safra velha. Por medo de faltar soja no mercado, os compradores irão garantir os estoques e passarão a comprar.  

Já para o mercado interno, há possibilidade de preços melhores com o anúncio do governo sobre a adição de mais 2% de biodiesel ao diesel, uma quantidade considerável. Para Fernandes, as movimentações devem ser maiores nos próximos 60 dias com a notícia.

Para o milho a situação passa a ser um pouco mais delicada, devido as expectativas da entrada da nova safra, que deve ser cheia. Fernandes explica que por enquanto a salvação para os produtores brasileiros é se houver problemas relacionados ao clima na safra americana. A recomendação é de que os produtores segurem as vendas a espera de preços melhores.

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário