DA REDAÇÃO: Em nova reunião, área de refúgio para o algodão ainda não foi decidida

Publicado em 11/06/2014 12:52 e atualizado em 11/06/2014 17:07 121 exibições
Algodão: Ainda não há definição sobre qual será o tamanho da área de refúgio, em reunião que acontece na Câmara Setorial do Algodão, em Brasília. Existe uma harmonia no setor, mas é preciso ter cautela para definir essa demarcação de área.

Na manhã desta quarta-feira (11) aconteceu mais uma reunião na Câmara Setorial do Algodão, em Brasília (DF), para determinar qual será o tamanho da área das lavouras destinadas ao refúgio. Ainda não houve nenhuma determinação, conforme explica o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), João Carlos Jacobsen.

No encontro que reuniu todo o setor produtivo, dentre autoridades, pesquisadores e entomologistas, houve um consenso de que é preciso ter certa cautela para definir essa área. Jacobsen explica que a decisão é complexa por reunir todas as culturas, além de ser necessário definir qual será a regulamentação para o refúgio.

O recomentado por entomologistas é de uma área de 50% para as culturas de milho e soja, enquanto técnicos da Monsanto recomendam um espaço de 5% a 20%. Por isso, nos próximos dias haverá outras reuniões para se chegar a um consenso, mas deverá ser com um grupo menor de participantes. Apesar de a reunião ter sido remarcada, há uma urgência em definir a questão. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário