DA REDAÇÃO: Mercado da soja se mantém firme apesar de leves recuos

Publicado em 13/06/2014 13:41 e atualizado em 13/06/2014 18:05 769 exibições
Grãos: Mercado de soja está se mantendo volátil, depois da divulgação dos relatórios do USDA. Apesar da ligeira queda nos preços nos últimos dias, a tendência é de alta até a confirmação da nova safra americana no segundo semestre. O milho está dependendo das exportações para melhorar os preços.

O cenário de oferta e demanda da soja nos Estados Unidos tem se mantido estável, mesmo com a divulgação dos relatórios do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). O consultor de grãos da FCStone, Glauco Monte, explica que é normal que o relatório traga um certo impacto para o mercado, mas não há expectativas de grandes mudanças para os preços.

Isso se deve aos baixos estoques americanos, que mantém os preços em patamares mais elevados até que a nova safra comece a chegar no segundo semestre.  É esperada uma grande safra americana, o que traria um pequeno recuo nos valores. 

Glauco compara a situação atual com ano passado, com preços firmes durantes os meses antecedentes a chegada da nova safra, mas com um pequeno recuo em julho, quando as compras tendem a diminuir. O mesmo pode ocorrer agora, mas ainda é cedo para definir o cenário. Mesmo com preços mais baixos no mercado externo, o mercado interno pode segurar, pois já não há tanto soja no país até a próxima safra. 

Para o milho, os valores negociados ainda não estão atrativos e as exportações podem trazer uma melhora. Glauco explica que a paridade de exportação em Mato Grosso do Sul não fecha a conta, por isso os preços têm de aumentar também no mercado externo ou o governo terá de intervir caso não haja melhores remunerações. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário