DA REDAÇÃO: CNA encaminha proposta para mudar processo de liberação de defensivos no Brasil

Publicado em 23/06/2014 14:06 e atualizado em 23/06/2014 15:32 223 exibições
Brasília: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) encaminhou projeto de lei para Casa Civil para criar uma comissão que agilize o processo de liberação de defensivos agrícolas. O órgão visitou Estados Unidos e Canadá para conhecer como funciona o processo nesses países, que demora cerca de um ano.

Assessores da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) viajaram no fim de maio para Estados Unidos e Canadá a fim de conhecer a realidade dos países a respeito da liberação de defensivos para uso agrícola.

Os países norteamericanos contam com apenas um órgão responsável pela liberação, fazendo com que o tempo médio de espera seja de 1 a 2 anos, enquanto o tempo médio brasileiro é de 5 a 7 anos, uma vez que três órgãos - Anvisa, Ibama e o Ministério da Agricultura - são os responsáveis.

A CNA encaminhou uma proposta para a Casa Civil para que seja feita uma comissão entre três ministérios para discutir a viabilidade de um novo processo no Brasil, mas, segundo aponta a repórter Daniela Castro, do Canal Rural, a Casa Civil resolveu esperar o ano de eleições, evitando conflitos com ambientalistas.

Por:
João Batista Olivi // Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário