DA REDAÇÃO: Solução para seguro agrícola é debatido pela Aprosoja Brasil

Publicado em 26/06/2014 13:52 e atualizado em 26/06/2014 17:21 269 exibições
Seguro Rural: Aprosoja está realizando reuniões com o Ministro da Agricultura para negociar dívidas dos produtores rurais, além de formas para facilitar o processo e evitar que dependam apenas de uma seguradora. Soluções podem estar em crédito direto para os produtores ou com leilões.

Representantes da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil) se reuniram com o Ministro da Agricultura, Neri Geller, para debater soluções para o de Seguro Rural. O presidente da Aprosoja Brasil, Almir Dalpasquale, conta que é necessário que haja um planejamento melhor em relação aos programas agrícolas, visto que todos os anos os produtores rurais se veem obrigados a correr para ajustar os débitos. 

Durante a reunião, ficou decidido que as dívidas que estão em situação de atraso serão liquidadas até o fim de junho, enquanto para a safrinha de inverno, que está em andamento, será até fim de julho. Além disso, Dalpasquale também comenta que o ministro prometeu a subvenção de mais R$ 300 milhões direcionadas ao seguro. 

A grande questão a ser debatida com o ministro é a forma como estão sendo conduzidos os processos para que os produtores rurais tenham acesso aos seguros, em que em alguns locais são obrigados aderir vendas casadas. O tribunal chegou a recusar uma proposta do Ministério havia encaminhado sobre os procedimentos do seguro, por ferir a livre concorrência. Para Dalpasquale o crédito deveria ser dado diretamente aos produtores, para que cada um escolhesse qual seria a melhor forma de negociação com a seguradora. 

Ainda não se sabe qual será a alternativa que será dada aos produtores, mas o presidente afirma que poderá ser por forma de cartão de crédito ou por leilões de seguros realizados dentro das seguradoras. A solução traria uma situação de conforto para que os produtores negociem de acordo com a sua necessidade.  

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Paulo Chiarelli Porto Alegre - RS

    E o seguro de preço, o Hedge? Esse assunto é muito importante, já que reduz o risco do produtor em relação as oscilações dos preços das commodities.

    0