DA REDAÇÃO: Produtores vivem momentos de tensão em disputas por terras no Sul da Bahia

Publicado em 07/07/2014 13:11 e atualizado em 07/07/2014 15:04 264 exibições
Questão Indígena: Bandoleiros disfarçados de índios atacam as lavouras de cacau do sul da Bahia. Mais duas mortes de lavradores foram registradas na semana passada, e até o momento nada foi feito pela Justiça para restabelecer a proteção dos pequenos produtores rurais da região.

No Sul da Bahia os produtores rurais continuam vivendo momentos de tensão com a disputa por terras. Na última semana, dois agricultores foram brutalmente assassinados por três pessoas enquanto realizavam a colheita do cacau.

De acordo com Abiel dos Santos, diretor financeiro da Associação de Produtores Rurais de Ilhéus e Região, a região vive um momento de "banditismo sem precedentes", uma vez que as disputas nada têm a ver com o movimento indígena e, sim, com o interesse sobre o cultivo de cacau, uma vez que as terras são esvaziadas pelos invasores quando o fruto é colhido.

Na região, qualquer pessoa pode virar índio, o que gera um descontrole para a situação. Santos considera que exista um "estado de exceção", já que não recebem ajuda das autoridades para controlar o caos. "O crime, aqui, está compensando", analisa.

Na próxima quinta-feira, agricultores da região irão se reunir no Sindicato de Ilhéus para estabelecer ações a fim de forçar o Governo a definir a questão. "Ninguém tem segurança de voltar para as propriedades para trabalhar".

Por:
João Batista Olivi // Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário