DA REDAÇÃO: Votação para derrubar decreto de criação de conselhos populares fica para agosto

Publicado em 16/07/2014 14:13 e atualizado em 16/07/2014 14:54 289 exibições
Brasília: Parlamentares se organizam para derrubar o projeto que prevê conselhos populares e participação da sociedade civil em todos os setores do país, decreto imposto pela presidente Dilma Rousseff. Foi aprovado um regime de urgência para votação desta medida.

Em reunião da Câmara de Deputados, houve pressão para derrubar o decreto da presidente Dilma Rousseff que sugere a criação de conselhos populares para que a sociedade civil tenha participação em todos os órgãos públicos federais. A votação, no entanto, ficou para agosto, uma vez que representantes do PSOL e do PT trabalharam com uma estratégia regimental para adiar o processo.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, se põe contra o decreto por acreditar que este ataca a democracia. Com o recesso branco dos parlamentares, em virtude da proximidade das eleições, este assunto não será resolvido agora.

Hoje (16), às 19h, uma sessão especial do Congresso Nacional irá analisar 21 vetos feitos por Dilma a projetos de lei, dentre eles a questão da não-obrigação do emplacamento de máquinas agrícolas e a inclusão da carne suína no programa de preço mínimo.

Brics

Em reunião dos Brics, realizada em Fortaleza, foi criado um novo banco desenvolvimento, com investimento inicial de 50 bilhões de dólares, para investir em obras de infraestrutura de países em desenvolvimento. Também foi criado um fundo financeiro, de 100 bilhões de dólares, para socorrer os países integrantes do bloco econômico em caso de falta de dólar.

Por:
João Batista Olivi // Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário