DA REDAÇÃO: Reunião para analisar 21 vetos de Dilma é adiada para agosto

Publicado em 17/07/2014 15:10 e atualizado em 17/07/2014 15:53 167 exibições
Brasília: Em reunião com o presidente chinês, presidente Dilma Rousseff fala sobre o fim do embargo do país à carne brasileira, o que deve aumentar as vendas do Brasil à nação asiática. Na reunião, o governo pediu ainda a redução da tarifa cobrada por Xangai para a entrada de carnes no país, que atualmente é de 25%.

A reunião conjunta que iria ocorrer na última quarta-feira (16) entre Câmara dos Deputados e Senado Federal para analisar 21 vetos feitos pela presidente Dilma Rousseff foi adiada para agosto, depois do recesso parlamentar.

De acordo com a repórter Daniela Castro, do Canal Rural, hoje não haverá nenhuma sessão de votação. Mas ontem, a última sessão prorrogou por 50 anos os benefícios tributários da Zona Franca de Manaus e estendeu o Super SIMPLES para todas as áreas de serviços, incluindo medicina, odontologia e advocacia.

China

Após reunião de Dilma Rousseff com o presidente chinês Xi Jinping, foi determinado que o país asiático irá por fim aos embargos sanitários à carne bovina brasileira, abrindo o mercado para a importação. Além disso, a tarifa para a entrada de carnes em Xangai será diminuida de 25% para 10%.

Por:
João Batista Olivi // Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário