DA REDAÇÃO: Notícias sobre clima traz pressão nos preços dos grãos em Chicago

Publicado em 29/07/2014 13:43 e atualizado em 29/07/2014 17:49 854 exibições
Soja: Mercado está pressionado em Chicago com as notícias sobre boas condições de clima nos EUA. Possibilidade de chuvas no Meio-Oeste americano poderá trazer condições melhores para as lavouras, que estavam enfrentando clima ligeiramente seco. Por outro lado, demanda continua crescente, e oferece algum suporte às cotações.

As notícias de clima têm movimentado as cotações da soja em Chicago. Os preços nesta terça-feira (29) têm se mantido pressionado, com a perspectiva de clima favorável para as lavouras no meio-oeste americano. O analista de mercado, Vinicius Ito, explica que algumas regiões estavam começando a gerar preocupação devido ao período sem chuvas e com as previsões o mercado realiza lucros.

O relatório divulgado ontem (28) pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) demonstrou uma queda de qualidade nas condições da lavoura, devido a falta de chuvas e pelo atraso no desenvolvimento causado pelas baixas temperaturas. Com as chuvas previstas para o noroeste e oeste do meio-oeste americano, as condições devem ser favorecidas. Por outro lado, também há a possibilidade de geadas até o final de agosto, também relacionado as temperaturas mais baixas.

Ito também relata a demanda crescente, em que o relatório do USDA divulgou o embarque de 3 milhões de toneladas desde o dia 7 de julho. Grande parte dos embarques tiveram como destino a China, que além da procura por grãos, também tem demandado farelo de soja. Ito relaciona essa procura ao término das importações de DDG de milho, que aumentaram a compra por farelo para a ração. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário