DA REDAÇÃO: Banco Mundial destinará US$ 10 milhões para recuperação de pastagens do cerrado

Publicado em 05/08/2014 14:10 e atualizado em 05/08/2014 18:16 293 exibições
Banco Mundial firma convênio com o Senar para destinar US$ 10 milhões à recuperação de pastagens, principalmente na região do cerrado. Atualmente, o país possui 70 milhões de hectares de pastagens degradadas. Os produtores que participarem do programa, terão 15 anos para pagar o recurso, sendo 5 anos de carência e juros baixos.

Para execução do Projeto Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC Cerrado), o Banco Mundial assinará acordo com a Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), que destinará US$ 10 milhões para empréstimos aos produtores rurais. O recurso será destinado para a recuperação de pastagens degradadas e está interligado às diretrizes do Ministério da Agricultura. O secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Caio Rocha, explica que na fase inicial haverá capacitação e assistência a estes produtores.

Dos 170 milhões de hectares de pastagens, 70 milhões estão em situação degradada. Por isso, a importância do programa, que visará a recuperação para pecuária e também para a produção de grãos, com a integração lavoura-pecuária-floresta.

O programa terá a duração de quatro anos e deverá beneficiar cerca de 12 mil médios pecuaristas da região de cerrado.  Caso os produtores não se enquadrem nestas características, poderão receber o financiamento pelo Senar e terá o prazo de 15 anos para pagar, com 5 anos de carência e juros de 5%. Todos os bancos, públicos e privados, estão aptos para realizar o financiamento pelo programa e os produtores rurais interessados devem procurar o Senar de sua região. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário