DA REDAÇÃO: Com impasse entre Monsanto e Abiove, produtores de soja não sabem o qual semente devem plantar

Publicado em 11/08/2014 13:35 e atualizado em 11/08/2014 17:09 260 exibições
Soja Intacta - enquanto permanece o embate entre Abiove e Monsanto -- sobre quem deve fiscalizar o recebimento dos grãos com a nova tecnologia --, produtores estão em duvida sobre a nova safra. As cobranças dos royalties já estão chegando, mas permanece a insegurança no campo.

Produtores rurais da região de Canarana (MT) estão preocupados com a possível cobrança de royalties pela Monsanto também no momento da entrega dos grãos, na moega.  O produtor rural, Marcos da Rosa, conta que eles já realizaram a compra das sementes de Soja Intacta e que a taxa de patente deve vencer no final deste mês de agosto.

A grande preocupação se dá com a comercialização, já que após a colheita entregam os grãos para traders de commodities associadas à Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais).  O impasse dos produtores se deve ao desacordo entre Monsando e Abiove, que se recusa a assinar um contrato de prestação de serviços, por isso, estão com medo de realizar o plantio e não ter compradores.

Segundo Marcos, os produtores têm interesse em manter a tecnologia para diminuir a aplicação de defensivos e diminuir os custos de produção, principalmente após os ataques de lagartas que ocorreram na última safra. Para ele, a produtividade ainda não foi confirmada para que se pague os royalties também na entrega dos grãos.

A questão do refúgio também é confusa para o produtor, já que a área que deverá ser realizada ainda não foi determinada. Apesar de entender a importância para manter a tecnologia, questiona a falta de precisão das empresas em passar uma determinação. A sugestão do produtor é que a soja sem a tecnologia, utilizada no refúgio, fosse entregue junto com as outras sementes como forma de incentivo a prática. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário