DA REDAÇÃO: Milho – Produtores goianos estão preocupados com prêmios nos leilões da Pepro

Publicado em 19/08/2014 18:55 e atualizado em 20/08/2014 14:45 458 exibições
Milho: Produtores goianos estão decepcionados com o preço dos prêmios para o leilão desta quarta-feira e com o volume de 75 mil toneladas que é considerado pouco. Acredita-se que houve ajuste nos preços para baixo para evitar a demanda.

Os produtores goianos estão preocupados com os prêmios de R$ 1,09 para o milho nos leilões Pepro (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural) oferecido pelo governo para compensar valores de mercado abaixo do preço mínimo oficial.

Em Goiânia (GO), o mínimo estabelecido pelo governo é de R$ 17,56 por saca do cereal, mas o preço de mercado é de R$ 16. Com isso, os produtores acreditam que mesmo com o prêmio o preço ficará abaixo do mínimo.

“O prêmio de R$ 1,09 é baixo, os prêmios para essa região estavam em R$ 1,50. Acreditamos que houve ajuste nos preços para baixo para evitar a demanda”, disse o economista e analista de mercado da Faeg, Pedro Arantes em entrevista ao programa Mercado & Cia, apresentado por João Batista Olivi.

Outra decepção dos produtores é com relação as 75 mil toneladas ofertadas para o Estado. “Esse volume é muito pouco. Nós contamos com excedente de mais de dois milhões de toneladas. Esperávamos um volume de 200 mil toneladas, isso já atenderia a expectativa e o mercado tenderia para o mínimo”, disse Arantes.

Segundo o economista, caso não tenha a compensação desse valor, a próxima safra deve diminuir ainda mais.

Por:
João Batista Olivi // Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Telmo Heinen Formosa - GO

    Te mexe produtor! Leilão de Pepro de Milho para o MS e Goiás bem como regiões NE e SE do MT, tem conotação politica, quer dizer, programado para inglês ver. Te mexe produtor! A solução para o caso é EGF ou Contratos de Opção. Ademais, senhores criadores do Sul, levem seus porquinhos e pintos para comer no MT.

    0