DA REDAÇÃO: Vazio Sanitário – Produtores do MT defendem um período de no máximo três meses

Publicado em 21/08/2014 18:57 e atualizado em 22/08/2014 18:11 196 exibições
Vazio Sanitário: Produtores do Norte do Mato Grosso defendem um período de no máximo três meses para garantir direito de salvar sementes. Debate continua entre sojicultores matogrossenses.

A Defesa Vegetal do Estado do Mato Grosso acredita em perigo de fungos da ferrugem asiática por causa da ponte verde causada pelo plantio da soja safrinha e propôs a ampliação do vazio sanitário de três para cinco meses. A medida desagrada produtores que alegam que a decisão inviabilizaria a produção de sementes salva de soja.

Os produtores do Norte do Mato Grosso defendem um período de no máximo três meses para garantir direito de salvar sementes.

“Nós não podemos deixar que o vazio sanitário interfira na legislação brasileira a ponto de nos tirar o direito da semente salva, esse é um direito assegurado pela constituição nacional. Não precisamos de um ano inteiro de vazio sanitário, seria necessário apenas 75-80 dias para fazer o alto controle dessa ferrugem asiática”, disse o Presidente do Sindicato Rural de Sinop/MT, Leonildo Barei, em entrevista ao programa Mercado & Cia, apresentado por João Batista Olivi.

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário