DA REDAÇÃO: Café – Mercado registra no acumulado ganhos de 74,4%

Publicado em 03/09/2014 14:30 e atualizado em 03/09/2014 15:12 233 exibições
Café: Mercado tem se mantido em volatilidade, em que registrou nesta terça-feira (03) alta de 800 pontos na bolsa de Nova York, enquanto hoje vem mantendo um movimento de baixa. Notícias de chuvas no sul de Minas Gerais têm incentivado compradores, mesmo com volumes poucos significativos. Há também uma expectativa sobre os números da atual safra que devem ser divulgados pela Conab.

O mercado de café arábica na Bolsa de Nova York apresenta altas expressivas nos últimos dias, ontem por exemplo, os principais contratos registraram alta de 800 pontos. No acumulado do ano, o café já registra 74,4% de alta. Hoje, no entanto, a Bolsa devolveu os ganhos da sessão anterior e registra queda com a previsão de chuva para o Sudeste do Brasil.

De acordo com o analista de mercado do Escritório Carvalhaes, Eduardo Carvalhaes, apesar da baixa registrada na sessão desta quarta-feira (3), o mercado deve continuar registrando volatilidade. “O café tem apresentado balanços positivos e com essas chuvas sempre acaba estimulando os operadores a liquidar posição. Apesar dessa baixa de hoje, os preços se sustentam acima dos US$ 2 a libra peso e vamos continuar com essa volatilidade até que fique clara o tamanho da safra 2015”, disse o analista em entrevista ao programa Mercado & Cia.

Segundo Carvalhaes, o mercado físico está estável e vem remunerando bem o produtor. “Os preços no físico não são ruins, a partir da semana passada os melhores cafés voltaram a ser negociados na faixa de R$ 500 a saca e vem caindo até R$ 400 para os mais fracos de exportação”, afirma o analista.

Os produtores também estão atentos à safra 2015 que já começam a segurar o grão em estoque. “Os cafeicultores estão evitando vender o café porque ele deve ajudar na próxima safra, que para muitos produtores deve ser menor do que essa. Tudo isso faz com que ele pense em renegociar os financiamentos para segurar mais tempo o café”, disse Carvalhaes.

Ainda segundo o analista, o balanço da CONAB que deve ser divulgados nos próximos dias para a safra atual não deve ter grande influência na Bolsa. “Acredito que o balanço não deve refletir negativamente, esperamos que ele venha um pouco abaixo da última estimativa, que foi antes do início da colheita. Mas agora o mercado está muito atento com o tamanho da safra 2015”, ressalta.

Por:
João Batista Olivi // Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário